Três formas de enxergar o mundo

Três formas de enxergar o mundo

Ver por ver, ver pra crer e ver além.

São Boaventura, teólogo franciscano do século XIII, era um estudioso apaixonado e seu trabalho sobre a natureza humana alcançou um nível extraordinário de beleza e profundidade, tanto que em 1588 ele foi considerado pelo Papa Sisto V um dos principais doutores da Igreja, juntamente com São Tomás de Aquino, e seus estudos até hoje influenciam grandes pensadores, entre eles Joseph Ratzinger - o Papa Bento XVI - considerado o teólogo mais importante dos tempos atuais.

São Boaventura, cujo nome de batismo era Giovanni da Fidanza, considerava que há três formas de enxergar o mundo e tudo o que nele contém. A primeira forma é o OLHAR DA CARNE, percepção estrutural a partir do olho físico. É a capacidade de enxergar a matéria pura e simplesmente. É um olhar limitado, pois enxerga apenas o aparente: é o "Ver por Ver".

A segunda é o OLHAR DA RAZÃO, mais refinado que o olhar da carne, pois nos permite olhar para alguém ou para algo de forma analítica e racional e pensar sobre tal coisa. O olhar da razão é o da ciência, para o qual tudo precisa ser provado: é o "Ver para Crer".
Por fim, temos o terceiro olhar que é o OLHAR DA CONTEMPLAÇÃO. Este é um olhar especial e vai além daquilo que aparenta e significa. Quando olhamos com este olhar, sentimos. Nossa percepção carrega sobre si um peso de clareza e sentimentos profundos, porque não é tanto o ver, mas o estar em comunhão com o que se revela. A terceira forma é o "Ver Além".

No dia a dia de nossa vida, exercemos estes três olhares. É claro que o olhar da carne é muito mais frequente. E o olhar contemplativo o mais raro. Mas há aqueles que possuem o dom de enxergar com mais frequência nesta forma. Estes têm o coração dócil às necessidades do mundo. Eles conhecem a misericórdia, que é ter uma ligação forte com a miséria do outro. Não uma inclinação, pelo desejo de se perder na miséria, mas de ser solidário e contribuir para que quem sofre tenha melhores condições.

Sinceramente, acho que o mundo precisa de mais pessoas com um olhar contemplativo. Que olhar você costuma ter? Reflita sobre isso!


Imprimir   Email

Artigos relacionados

Devoção à Divina Misericórdia indicada por Jesus à Santa Faustina

Devoção à Divina Misericórdia indicada por Jesus à Santa Faustina

O que significa "Christo nihil praeponere"?

Devoção da Primeira Sexta

Devoção das Nove Primeiras Sextas-feiras